pesquisa google

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Por que algumas pessoas são canhotas?

. quarta-feira, 7 de outubro de 2009


Como os canhotos bem sabem, o mundo ainda é dos destros. Tesouras, abridores de lata, saca-rolhas, acessórios de computador, e até colheres tortas para bebês são feitas para a mão direita. Mas por que mais de 90% das pessoas preferem usar a mão direita? Na verdade, por que existe qualquer preferência pelo uso de uma das mãos, seja qual for?
Não é preciso especular muito para achar uma vantagem para o uso preferencial de uma das mãos. Se não houvesse preferência, os dois lados do corpo, igualmente capazes, poderiam entrar em disputa na hora de começar a andar, alcançar a chave do carro, jogar a bola, ou pegar o lápis para escrever. Já imaginou ter que perder tempo decidindo com que pé chutar a bola de futebol que cai do céu redondinha, sozinha entre você e o gol? A preferência "automática" por um dos lados do corpo resolve esse problema, e assim você pode se concentrar em coisas mais importantes, como driblar o goleiro se aproximando.
Além de resolver o problema da escolha, a preferência por um dos lados do corpo é econômica: todos os esforços do treinamento podem se concentrar em uma só mão, braço, ou pé. O problema é que os efeitos benéficos da prática são específicos para o lado treinado, e por isso não seria muito econômico precisar treinar as duas mãos para fazer a mesma tarefa. Já pensou quanto tempo a gente passaria na escola se todo mundo precisasse aprender a escrever bem com as duas mãos? Ou aprendesse a tocar violão dos dois lados? Ou treinasse o saque ora com um braço, ora com o outro?
Tudo isso justifica a lateralização, e não só no homem. De fato, outros animais que usam as mãos para comer ou manipular objetos, como aves, mamíferos, e até mesmo sapos, também têm preferência por uma das patas. A diferença é que a distribuição de preferências é mais democrática neles do que no homem. No camundongo, por exemplo, 50% dos animais preferem usar a pata esquerda, e 50% preferem a direita. A questão realmente cabeluda é por que nos homens a preferência é 90% das vezes a favor do lado direito do corpo, controlado pelo lado esquerdo do cérebro.
O que tem de tão especial o lado esquerdo do cérebro? Pra começo de conversa, tem a primeira função cuja localização no córtex cerebral foi descoberta: a linguagem. Em 96% das pessoas, é o lado esquerdo do cérebro que abriga a capacidade de produzir a fala. Será que o uso da mão direita pode ser apenas uma conseqüência da fala ser dominada pelo cérebro esquerdo?
Sim e não. Sim porque, como seria de se esperar, a incidência de controle da fala pelo outro lado do cérebro é maior nos canhotos: 27% deles falam com o lado direito do cérebro, contra 15% dos ambidestros, e apenas 4% dos destros. Mas isso não pode ser tudo - senão, setenta por cento dos canhotos não deveriam ser canhotos...
Qual é então a base para a preferência para a mão direita? Ainda não se sabe ao certo (oooooohh...), mas é certo que a explicação deve levar em consideração uma série de fatores diferentes:
1- a genética, já que é sabido que há famílias com alta incidência de preferência pela mão esquerda, muito acima dos 8-10% da população em geral. A chance de ter uma criança canhota é de 10% quando pai e mãe são destros, 20% quando ou o pai ou a mãe é canhoto (especialmente se for a mãe), e 26% quando ambos são canhotos. Exemplos famosos na história são a família real inglesa e o clã escocês dos Kerr - quem, inclusive, construiam em seus castelos escadas espirais ao contrário, no sentido anti-horário, que davam vantagem aos espadachins canhotos da família.
2- hormônios, como a testosterona, que influenciam tanto a lateralização funcional do cérebro quanto a diferença entre os sexos, já que há mais canhotos (12.6% dos homens) do que canhotas (9.9% das mulheres) no mundo. Dita assim a diferença pode não parecer muita, mas fazendo as contas, há quase 30% mais homens canhotos do que mulheres canhotas! Uma das teorias mais aceitas reza que um aumento do efeito da testosterona no cérebro durante a gestação atrasaria o desenvolvimento do lado esquerdo do cérebro, dando vantagem ao lado direito.
3- a influência sócio-cultural como a repressão do uso da mão esquerda ou mesmo a conversão forçada;
4- fatores mecânicos, como a posição do feto no útero, que influenciariam o desenvolvimento da lateralização funcional no cérebro antes mesmo do nascimento, já que ao nascer o cérebro já tem assimetrias, e já existem diferenças no movimento das duas mãos;
5- patologias ou problemas no parto que perturbam o desenvolvimento normal da lateralização funcional do cérebro. Complicações no parto são mais comuns entre canhotos (nos filhos, não nas mães!), e são associadas a vários problemas também tradicionalmente relacionados à preferência pela mão esquerda: autismo, epilepsia, paralisia cerebral, síndrome de Down, nascimento prematuro, estrabismo, e até esquizofrenia. ATENÇÃO: isto não quer dizer que canhotos tendem a ter esses problemas, e sim que pessoas que têm esses problemas são mais frequentemente canhotas do que as outras; e
6- o simples uso das mãos e do cérebro, estimulando e direcionando a lateralização funcional, já que o grau de preferência por uma das mãos aumenta com a idade.

Já deu pra sentir que deve haver várias maneiras de se tornar destro ou canhoto, não é? Para piorar a vida dos pesquisadores, provavelmente vários desses fatores interagem entre si, uns compensando ou exacerbando o efeito dos outros... Por isso, na opinião de alguns cientistas, não há uma única forma de ser canhoto, mas ao menos quatro: o uso preferencial da mão esquerda pode ser hereditário, inato sem ser herdado (ou seja, congênito), aprendido, ou resultar de danos ao cérebro.
Independente do que causa a preferência manual, alguma diferença deve haver entre o cérebro de destros e canhotos. De fato, há diferenças anatômicas e funcionais. Nos homens destros, o sulco central - aquela fenda que atravessa o alto do cérebro de uma orelha à outra - é mais profundo no lado esquerdo do que no lado direito do cérebro; nos homens canhotos, essa assimetria é menor, ou é invertida. Mas não há nenhuma diferença entre o sulco central de mulheres destras ou canhotas... Uma outra estrutura, chamada plano temporal - aquela que dizem que era maior no cérebro do Einstein -, é assimétrica nos destros (maior do lado esquerdo), e simétrica nos canhotos. Mas descobrir o que isso quer dizer são outros quinhentos...
As diferenças funcionais conhecidas estão na representação das sensações e dos movimentos das mãos, como era de se esperar. No córtex motor, a região do cérebro que dá a ordem de se movimentar, há mais células para cuidar dos movimentos da mão direita nos destros, e da mão esquerda nos canhotos - o que provavelmente garante movimentos mais precisos na mão preferida de cada um. No córtex somatossensorial dos destros, a região que recebe os sinais da mão direita é maior do que a esquerda. Mas apenas na metade dos canhotos a representação da mão esquerda é maior do que a da direita - o que por um lado é curioso, mas por outro ajuda a explicar por que os canhotos usam melhor a mão direita do que os destros usam a esquerda...
O problema é que todas essas diferenças podem perfeitamente ser o resultado de ser destro ou canhoto, e não a causa! Já se sabe, há alguns anos, que o uso modifica a representação das sensações e dos movimentos no cérebro - e provavelmente é por isso que a sensibilidade e as habilidades melhoram com a prática. Nos violinistas profissionais, por exemplo, a representação no cérebro dos dedos da mão esquerda, extremamente exercitados no dedilhado, é muito maior do que a dos dedos da mão direita, que apenas seguram o arco. E ninguém acredita seriamente que esses violinistas já nasceram assim. Principalmente porque quanto mais cedo na infância eles começam a tocar, maior é a representação da mão esquerda no cérebro...
No fundo, por que alguns de nós preferem a mão direita e outros a mão esquerda continua sendo um mistério. Quer dizer, mais um mistério, no rol das preferências humanas, ao lado de por que uns preferem café e outros chá, uns preferem gatos e outros, cachorros...
Enquanto isso, o mundo vai continuando na mão dos destros. A não ser, é claro, na opinião de alguns dos últimos três presidentes dos EUA, homens de extrema influência sobre o destino alheio. Ronald Reagan era canhoto, e George Bush Pai e Bill Clinton também são...

Texto publicado originalmente em Herculano-Houzel, S (2002) O Cérebro Nosso de Cada Dia. Rio de Janeiro, Editora Vieira & Lent.

Fontes:
Elbert T, Pantev C, Wienbruch C, Rockstroh B, Taub E (1995) Increased cortical representation of the fingers of the left hand in string players. Science 270, 305-307.
Lorin's Left-Handedness Site (http://duke.usask.ca/˜elias/left)
 

0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

Comente

 

Colaboradores

Receba Posts gratuitamente!

Coloque o seu endereço de e-mail:

by FeedBurner

Live Activity Feed

dihitt

Favorites

Add to Technorati Favorites

imag 4



centralblogs

Central Blogs

photobucket

contador de visitas

Seguidores

Mural

Mural

Nos envie algo